domingo, 30 de agosto de 2020

Gabriela Pugliesi fazendo day trade, qual o sinal disso?!

 Fala rapaziada, blz?!

Semana passada eu acabei vendo um vídeo no youtube da Gabriela Pugliesi revelando seu novo talento, disse que virou trader de sucesso.

Nada contra a Gabriela Pugliesi galera, pelo contrário, acho ela uma jovem com bastante atributos, mas esse fenômeno que aconteceu com ela, está se tornando bem comum hoje. Nada contra também as pessoas fazerem trade, (coisa que não indico), mas essa história de ganhar dinheiro fácil, vendida pelos falsos profetas do trade é ruim pra você que ainda sabe bulhufas sobre o mercado financeiro e acha que dá pra enriquecer fazendo trade.

Semana passada no grupo de whatsapp dos meus amigos de infância, dos quais realmente nunca curtiram muito estudar, estavam dando dicas financeiras, dizendo que estavam fazendo day trade e que estavam ganhando dinheiro na bolsa.

Toda essa situação me faz pensar um pouco, talvez estejamos vivendo uma bolha?! Realmente não sei, mas e fico sempre com os dois pés atrás quando as coisas ficam tão populares assim. Essa galera realmente não sabe o que é o mercado de ações, eu que estudo desde 2014, todos os dias leio algo sobre o assunto e a cada dia que passa me certifico que não sei porcaria nenhuma.

Uma passagem bem interessante sobre esse assunto, pode exemplificar melhor o que eu estou querendo dizer. A lenda conta que na crise de 1929, o pai do ex-presidente dos EUA John Kennedy, o milionário Joseph Kennedy, dono de uma gorda carteira de ações, parou pra engraxar seus sapatos numa quarta-feira e ficou surpreso ao receber conselhos de investimento de seu engraxate. Como o mercado de ações era ambiente de investidores ricos e pessoas de renome na época, Kennedy julgou que algo estava errado. Por ironia do destino, Kennedy vendeu todas suas ações no mesmo dia e na semana seguinte, a bolsa de Nova York quebrou e foi o início de uma das maiores crises financeiras da história.

Adoro passagens como essa, porque nos dão uma lição e tanto de humildade, nos faz reconhecer que sabemos nada de nada. Mais uma vez reitero, bolsa de valores é coisa séria cara, não vá jogar seu dinheiro/tempo em coisas que você não entende, ou talvez dificilmente vá entender.

Talvez esse fenômeno não se trate simplesmente de uma popularização da bolsa de valores, se trate muito mais daquela mentalidade do ser humano de achar que as coisas virão fácil, ou sem o esforço necessário. É possível que talvez exista em algum lugar alguém que ficou rico fazendo trades, ou até mesmo tenha acertado a mão em alguma operação com opções. Mas o que eu to tentando te dizer é que se você não for uma pessoa capaz de construir um patrimônio considerável, fazer ele render e crescer a partir disso, certamente não será capaz de sustentar fortuna alguma, porque você ainda deva ter aquela velha impressão errada de que dinheiro se ganha e não se produz.

Tem outra história muito interessante a respeito de um camarada que sonhava em ser uma pessoa importante, ajudar sua família e ter uma vida confortável. Mas enquanto ainda vivia dias ruins, assinou pra si um cheque pré-datado de 1 milhão de dólares. Através dessa assinatura, ele teve a certeza que em "x" anos ele teria aquela boa quantia em dinheiro. A partir daí, seu comportamento passou a ser de uma pessoa bem sucedida. Como resultado disso, ele não apenas conseguiu 1 milhão de dólares, mas sim centenas de milhares de dólares.

A verdade é que a maioria das pessoas não querem seguir pelo caminho da virtude. Não há dúvidas de que é um caminho mais doloroso e bem low profile. Trilhar o caminho da virtude é ter noção de que, estudar, trabalhar, acordar cedo, ouvir muito não, ouvir que você não é capaz, treinar, planejar, enfim, tudo isso fazem parte de um processo sem linha de chegada.

É mais fácil não ser assim, eu sei, por isso que poucos chegam lá.

Mas e pra você, qual caminho faz mais sentido? Conta aí.

Um abraço do Suburbano.




terça-feira, 18 de agosto de 2020

A vida que vale a pena ser vivida

Fala rapaziada blz?!

Divagando sobre pensamentos relacionados a vida, comecei refletir sobre o propósito da liberdade financeira e suas consequências.Você consegue lembrar a última vez em que estava realmente vivendo a vida, de verdade? Pois é, difícil né?!

Não sei se com você é assim, mas as lembranças desses momentos são de infância, alguns de férias, aniversário com amigos, brincando com filho, enfim, momentos que não sentimos o tempo passar, ou seja, situações em que sentimos a vida valer a pena.

Eu tinha alguma noção que diante do que me propus a fazer desde 2014, sobre juntar dinheiro, ser livre, e sair do sistema, teria um preço alto a se pagar. No começo, eu realmente não sabia o quão alto seria esse valor, a propósito, o quão solitário seria essa jornada. Mas você que também está nesse caminho, entenda, é esse o preço! Pague ou fique onde está.

Várias vezes no trabalho eu me pego pensando sobre a finalidade de estar realmente ali, resolvendo problemas que as vezes não estou nem um pouco afim de resolver, tendo que tolerar pessoas indesejáveis, enfim, são reflexões que não só eu possuo, muitas pessoas estão nesse momento da vida também devem pensar assim.

Essa clareza de finalidade que eu não consigo ver agora, certamente vou enxergá-la no futuro, como muitas outras coisas que vão se encaixando fazendo sentido no caminho.
Talvez você que esteja lendo esse post me confunda um pouco, não sou aquela pessoa que reclama das coisas, ou pensa negativo, pelo contrário, sou um positivista aceito as situações impostas e tento mudar aquilo que está sob meu alcance. Mas ser positivista não impede da gente fazer análises sobre nosso momento e sonhar em viver uma vida realmente plena, pelo contrário, ser assim nos torna capaz de assimilar alguns atributos que vão fazer você se mexer, pra sempre estar melhorando.

Mediante isso, a filosofia Estoica se encaixou perfeitamente a esse momento que estou vivendo.



O Estoicismo foi uma corrente filosófica que nasceu cerca de 300 anos A.C, fundada pelo filósofo grego Zênon de Cítion. Esta escola filosófica se pauta na virtude e aceitação daquilo que não se pode mudar.
No nosso dia a dia, acontecem diversas coisas que infelizmente não podemos mudar, por não estarmos no controle. No mercado financeiro é a mesma coisa, não podemos controlar o sobe e desce dos preços. O Estoicismo de uma forma simples, nos diz que só podemos mudar aquilo que controlamos. Isso realmente foi um ponto de inflexão na minha vida. 

Eu falo um pouco nesse link, O livro que mudou minha vida, apesar de não falar diretamente sobre estoicismo, diz sobre as coisas que podemos controlar e como reagimos sobre isso.

Voltando ao assunto, na vida tudo tem um preço a se pagar, os resultados não caem na noite pro dia. Cada dia que passa eu estou tentando me adaptar ao máximo a todas as situações impostas pelas circunstâncias, e tento estar presente o máximo possível. Talvez seja esse o exercício principal que a Humanidade tem se esquecido. Não importa, seja você de qualquer lugar, ou tenha uma realidade social difícil, é preciso encarar sua realidade e trabalhar suas limitações. Pra mim, isso é fazer a vida valer a pena.

A jornada até a liberdade financeira não pode ser uma tortura, entenda isso ou talvez você fique pelo caminho.

Mas e pra você, qual a vida que vale a pena ser vivida?

Um abraço do Suburbano







quinta-feira, 11 de junho de 2020

PLAGIARAM O NOME DO BLOG

Fala pessoal, blz?!

Eis que uma pessoa fez um facebook e um canal no youtube com o nome do blog.

VOU AVISANDO, NÃO SOU EU, OK?!

Bom, acredito que uma pessoa que não tenha a criatividade de criar um nome, também não tenha a capacidade de se manter no tempo criando bons conteúdos pras pessoas, talvez seja mais um esperto querendo ganhar dinheiro vendendo curso ou sei lá oquê...

O blog foi criado em 2018, com a finalidade de escrever sobre uma jorgada até a independência financeira, adquirir conhecimento, ter contato com boas pessoas, divulgar bons livros que leio, enfim, é sobre ser melhor.

É isso.

Um abraço do Suburbano.

domingo, 7 de junho de 2020

Comprei BBDC4

Fala galera, Suburbano na área, tudo bem com vcs?!

Hoje meu post é pra falar um pouco da análise de BBDC4 e o porquê comprei o papel.

Primeiramente, gostaria de dizer que NÃO sou analista de investimentos e muito menos estou indicando o papel.

Bora lá?!

Se me perguntarem qual o caminho que eu acredito até chegar a liberdade financeira, a minha resposta está nos aportes em boas empresas. Acredito que estejamos vivendo uma época de grandes reviravoltas na sociedade e no mercado em geral, consequentemente a isso, quem tiver estômago e pra aguentar o momento, mantendo os aportes em boas empresas vai estar rindo futuramente.

Quem quiser dar uma lida na minha forma direta e reta de análise dá uma conferida AQUI.

Direto e reto: 1T20

Dividend Yield: 8,5%

Endividamento: -142.095.328

ROE: 15,5%

Lucro Líquido: 3.753 BI

P/L: 9,8%

Margem Líquida: 22,82%


A empresa vinha num crescimento dos lucros líquidos interessante antes do COVID, e apesar de uma caída agora, acredito que após essa fase tudo voltará ao normal.

Minha dica de leitura hoje vai para o livro da biografia do Chris Gardner, À Procura da Felicidade, o livro é sensacional, eu achei melhor que o filme.

É isso rapaziada.

Um Abraço do Suburbano.












quarta-feira, 13 de maio de 2020

Voltei

Fala pessoal!

Suburbano na área, voltando depois de um tempinho fora, na verdade estou sem muito tempo, cuidando do filhão que acabou de nascer, sabe como é neh?!

Rapaz, que momento incrível!

No meio dessa crise toda, meu filho chegou e na verdade não consegui ainda parar pra pensar em toda essa bagunça. Eu só consigo pensar na família e no trabalho. ONLY.

Acho que é um momento de cuidarmos de nós e de quem está perto da gente, esse é o mínimo que qualquer um poderia fazer nesse momento. A coisa é séria e acredito que vai piorar um pouco daqui pra frente, tendo em vista que muita gente está contraindo o vírus, sem poder testar, estão transmitindo, saindo de casa, enfim...triste.

Mas, como nem tudo é só tristeza, vai aí um dica boa do Suburbano, pra quem é pai ou pretende ser, esses dias eu li um livro muito bom que fala sobre educação dos filhos.


Pra quem quiser dar uma lidinha, ta aí o link na descrição.


Como saber do que realmente o seu filho precisa? Ninguém sabe, mas se você quer descobrir o caminho, este livro vai ajudar você!

Se cuidem.

Um abraço do Suburbano.

domingo, 15 de dezembro de 2019

Portifólio DEZ19 (+R$ 10.202,94) 7,12%

Fala rapaziada, Suburbano novamente na área!

Financeiro:
Segue meu portfólio abaixo, de certa forma eu to contente com meu desempenho até o momento. O bolo está começando crescer de verdade. Feliz!

Destaque pra esse fim de ano ficou pra WEGE3, sem dúvidas eu não esperava um crescimento tão grande no preço da empresa, tomara que siga nesse ritmo em 2020.





Vida:
Nesse segundo semestre de 2019 foram diversas surpresas e mudanças na vida.
Em agosto fiz uma viagem de 15 dias pros EUA, dessa vez tive que ir sozinho, por conta da Bruna ter mudado de emprego e não poderia tirar férias naquele período.
Já no final da viagem, ainda no Hotel, recebi um ligação da Bruna chorando dizendo que estava grávida.
Isso aí, vou ser papai!
Previsão de nascimento do Mateo é começo de abril...


De setembro pra cá precisei acertar algumas coisas, colocar a cabeça no lugar.
Ao mesmo tempo que foi uma notícia inesperada, senti uma coisa boa dentro de mim. Realmente me sinto confiante.

Não sei como serão as coisas daqui pra frente, só sei que quero curtir cada momento com eles. Esse é o show da vida.
Termino com uma frase que a cada dia faz mais sentido pra mim:

"O que importa não é o que acontece, mas como você reage"
EPICTETO



Abç do Suburbano

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

O que podemos aprender com ídolos ?!

Fala rapaziada, tranquilidade?!

Não preciso fazer muito esforço pra lembrar de alguns domingos que parávamos lá em casa pra assistir as corridas do Ayrton Senna, como tenho saudade disso...
Enquanto eu e meu pai assistíamos a corrida, sentíamos o cheiro da comida que minha mãe ia fazendo na cozinha, impossível conter a nostalgia.

O que eu tenho mais vivo na memória é como todo mundo vibrava com o desempenho do nosso ídolo Ayrton Senna, juntamente com nosso grande piloto nas décadas passadas, estavam Oscar Schmidt, Zico, um pouco depois veio Guga, enfim, grandes pessoas, dentro e fora do esporte. Até hoje quando esses caras aparecem na televisão, eu paro pra assistir e como fico impressionado como são verdadeiros exemplos.

E porque isso acabou?


Rapaziada, eu to lendo o livro do Guga, pra quem ainda não leu, indico bastante essa leitura.

O Guga é uma cara incrível.
Lendo o livro, entendi que a humildade e outros grandes valores desse cara vieram de berço e logo isso se refletiu  dentro de quadra, logicamente, por ter essa grande noção de que era tão normal quantos os outros, aprendeu a treinar e superar seus limites na marra, mesmo quando tinha perdido seu pai (herói) por volta dos 8 anos de idade, continuou, treinou mais que todo mundo, foi além do que podia, foi forjado dentro e fora de quadra.

Nos dias de hoje esses ídolos não encontramos mais. Realmente não sei o que aconteceu com essa rapaziada toda, um bando de gente que acha mais legal ser pop star, ter fama, seguidor, do que ser um grande exemplo de caráter, educação e ser humano.

Mas o mais importante de tudo isso é o legado que esses caras de antigamente deixaram na gente, sem dúvida ler a biografia deles é uma injeção de ânimo na jornada pra nossa IF.

O que dá pra tirar de lição é que realmente não existe limites, com esforço, trabalho, persistência se alcança tudo na vida. Não existe sucesso sem trabalho, na verdade sucesso é algo que os grandes personagens da história não conhecem, acho que eles foram o que foram por que nunca estavam satisfeitos, sempre queriam mais!

Pra aqueles que curtem, assistam:

Documentário do Senna no Netflix, tem no youtube também;
Discurso do Oscar Schmidt no Hall da Fama do Basquete;
Mentalidade Mamba Koby Briant;
O livro do Guga.

Um abraço do Suburbano






quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Portifólio SET19 (+R$1.334,52) 1,28%

Fala rapaziada, Suburbano novamente na área!

Financeiro:
Segue meu portfólio, no momento estou bastante satisfeito em ultrapassar a barreira dos 100k.

De acordo com as análises que estou fazendo, em sua maioria estou acertando na mosca, com destaque pra MRFG3, em 02 meses valorizando 60%.

Esse mês não tivemos aportes, tendo em vista um viagem realizada pra o EUA, utilizei o próprio salário para bancar a viagem.








Vida:
Esse ano está sendo incrível pra mim, muitos livros lidos, muita coisa ruim sendo eliminada da rotina.
Na verdade fiz uma dieta grande de informação rsrs, minha rotina está sendo levantar por volta das 05:30, realizar minha meditação, ler um pouco, me alongar, tomar um café, trabalhar, (no trabalho tenho várias brechas pra estudar e ler livros diversos), ir para o treino, voltar pra casa, conversar com minha mulher sobre vários assuntos (conversas curadoras), brincar com a cachorrinha e descansar.

Bons hábitos na vida é tudo, sem dúvidas eu sou uma pessoa mais tranquila, confiante e menos ansiosa hoje, graças aos livros e práticas que venho fazendo.

Esses dias li o livro, A Semente da Vitória do Nuno Cobra, pra quem não sabe, o Nuno foi o treinador e um dos Gurus de nada mais nada menos que Ayrton Senna da Silva. O livro ressalta em um dos capítulos, a grande importância que tem o sono e o descanso na vida de qualquer pessoa. Recomendo esse livro, pra quem realmente deseja mudar de vida através de hábitos saudáveis, segue o link do livro abaixo.

https://amzn.to/2Qm0zaS

Sem dúvida preciso dormir melhor, hoje em dia estou dormindo cerca de 5 a 6 horas por dia. Realmente não está suprindo minhas necessidades.

Meu primeiro passo é tentar convencer minha companheira de comprar uma cama melhor rsrsrs...já estou fazendo isso.

Abç do Suburbano




sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Modo Suburbano de investimento


Hoje temos diversos indicativos para analisar as empresas, mas acredito que como eu, a maioria das pessoas não querem ficar na frente do computador horas analisando as empresas e perder nosso bem mais precioso que é o TEMPO.

Mediante isso, eu utilizei uma técnica bastante fácil, o REDUCIONISMO.

Isso mesmo, Pareto meu brow.

De acordo com o Teorema de Pareto, 20% do que fazemos são responsáveis por 80% dos resultados.

Basicamente eu reduzi os indicativos que eu analiso, testei e foda-se.

1. Primeiro coisa que analiso são os LUCROS LÍQUIDOS. Busque esses dados no site fundamentus, colocando o código da ação > aba gráficos > demonstrativos de resultado.
Basicamente o indicativo mostra o gráfico de lucro x prejuízo.
Caso a empresa apresente pelo menos 2 anos de lucros consistentes eu passo pra outra fase.

2. Segunda coisa que faço é analisar o ROE (Return on Equity) ou Retorno sobre Patrimônio Líquido.
Novamente no site fundamentus> aba detalhes.
Entendo que  um ROE atrativo gire acima dos 10%, dependendo do setor. Mas como análise de busca, eu pego as empresas que possuem ROE acima de 15%.

3. Terceira coisa que analiso é o P/L (Preço sobre Lucro)

Site fundamentus> aba detalhes.
Um P/L entre 3 e 10 de acordo com meu entendimento, considero atrativo.

4. Quarto indicador é a MARGEM LÍQUIDA
Site fundamentus> aba detalhes.
Pro Suburbano aqui, as margens atraentes são acima de 10%.

5. Analiso a DL/PL (Dívida Líquida / Patrimônio Líquido)
Site fundamentus> pegue os valores de em Dados de Balanço Patrimonial> divida o valor de DL por PL.
Exemplo:
Hoje analisando a ITSA4:
DL= 1.198.000.000
PL= 52.362.000.000

DL/PL = 0,022

Ou seja, 2,2% dos patrimônios da ITSA4 estão proporcionalmente em dívidas.
Pro Suburbano, valores abaixo de 50%, são bons indicativos.

Por último, tento ler alguma coisa sobre a empresa, saber sobre o produto que oferece, sobre o gestor da empresa, etc...
Tudo bem simples.

Só informando galera, não estou recomendando ninguém a fazer o que eu faço. Mas informo que estou tendo resultados interessantes com essa forma de análise. Meu intuito é ajudar os leitores e somente.

Fiquem com Deus

Abç do Suburbano














quarta-feira, 15 de maio de 2019

Portifólio MAI19 (-R$739,10)

Fala rapaziada tranquilidade?!

Tudo blz por aqui.

Esse segundo trimestre de 2019 está sendo marcado pelo sobe e desce da bolsa, porém, independente do que aconteça estaremos aqui para fazer negócio e comprar boas empresas.

Caso a bolsa dispare será ótimo, tendo em vista q estarei posicionado em algumas empresas, caso desça aproveitarei pra aportar mais e a preços melhores.

Segue o relatório de compra do mês de maio:

Aporte R$ 4.600,00

Compra:


ITSA4  100 11,47
MRFG3  100 6,56
FLRY3  100 20,31
FLMA11  200 3,55
GRND3  21 7,17


No geral estou feliz com meu planejamento de aporte, esse mês estarei economizando mais e talvez mês que vem aumente meu aporte.


Esse mês vi alguns documentários e um deles me chamou bastante atenção, foi o Minimalism. Vou deixar o link abaixo caso você não tenha assistido. Realmente são esses conteúdos que nos fazem refletir e corrigir nossas atitudes. Apenas assista e reflita.

Mas e ai, vai virar minimalista Suburbano?
Ainda não sei, estou lendo sobre o assunto por enquanto e gostando bastante de alguns conceitos.

No mais, estou caminhando para mais um ano de treinos pesados de jiujitsu e evolução pessoal.

Fiquem com Deus e

Um abraço do Suburbano.


quarta-feira, 20 de março de 2019

O livro que mudou minha vida

Fala galera!
Tranquilidade?!

Acredito que para ter sucesso nos investimentos, antes de tudo o investidor deve trabalhar sua mente. Isso não é fácil.

De algum tempo pra cá tenho sentido uma necessidade de me aprofundar de cabeça em alguns assuntos, principalmente alguns sobre a mente humana.

Inspirado nas idéias de Alfred Adler, umas das figuras mais incríveis junto com Sigmund Freud no século XIX, apesar de não ter tanta notoriedade como o segundo, Adler aborda com perfeição a origem de todos os problemas da vida humana, os quais se encontram nas relações interpessoais.

Após algumas semanas que terminei de ler o livro, simplesmente observei como tudo realmente está interligado com essas tais relações. Absolutamente TUDO!

Desde o momento que acordamos até a hora de dormir estamos tentando provar pras pessoas ao nosso redor nosso valor, como somos importantes, nossas qualidades e ao expormos tudo isso, queremos o tal "reconhecimento". Mas, quando esse tal reconhecimento não vem, aí que entra o desespero, a raiva, sentimentos negativos e no mundo dos negócios também não é diferente.

O livro traz um insight interessante quando aborda sobre a divisão das tarefas nessas relações interpessoais. Independente de darmos nosso melhor diariamente, a tarefa de gostar ou não de quem somos ou do que estamos fazendo não é nossa, essa tarefa sempre é da outra parte. Está totalmente fora do nosso alcance!

Nossa busca diária por acertar nos investimentos e ter o devido reconhecimento dos leitores passa também por isso. No entanto, ao contrário do que observamos no mundo de hoje, cabe a nós darmos nosso melhor em tudo, vindo o reconhecimento ou não. Isso não pode e não deve determinar nosso futuro.

Só você tem a capacidade de mudar seu destino e isso começa agora.

Segue o link abaixo para conferir livro
https://amzn.to/32VODOG

Um abç do Suburbano














Gabriela Pugliesi fazendo day trade, qual o sinal disso?!

  Fala rapaziada, blz?! Semana passada eu acabei vendo um vídeo no youtube da Gabriela Pugliesi revelando seu novo talento, disse que virou ...